Crônicas

Sonho: angústia (dream: anguish)

No sonho de hoje, primeiro de agosto, quarta-feira, senti muita angústia! Lembro-me apenas de uma cena. Eu estava no jardim da frente da casa em que cresci. Penso que estava acompanhado, talvez pela Lih. Um grupo de pessoas vem pela rua, deviam ser cerca de oito pessoas. Acho que primeiro elas desceram pela rua até… Continue reading Sonho: angústia (dream: anguish)

Crônicas

Sonho: discussão

O sonho de hoje foi simples e tenso. Uma única cena. Num restaurante, quiçá cá em Taubaté, estávamos eu, minha mãe, meu irmão e sua esposa. A mesa era quadrada, pequena, de madeira dessas pintadas de marrom escuro. Entrando no restaurante, virando à esquerda e andando um pouco chega-se à mesa, à direita. Apenas uma… Continue reading Sonho: discussão

Crônicas

Sonho: adversidades

Sonhei. Acordei. Não consegui levantar de tanta consternação pelo sonho. Rolei na cama adormecendo e acordando na hora e meia seguinte. São fragmentos. Eu estava numa sala. Parecia um quarto de dormir de uma criança. Não havia, no entanto, nada físico que induzisse a essa caracterização, apenas uma sensação. No quarto, havia uma espécie de… Continue reading Sonho: adversidades

Crônicas

Sonho: aeroporto e cidade

Hoje tive um sonho bastante gostoso. Lembro que era sequencial, mas na consciência ficaram cenas cuja linha narrativa se perdeu na noite. O local era uma cidade, pequena, com ares de interior europeu: não havia muro cercando as construções, em sua maioria; havia muito verde, as calçadas e caminhos eram asseados e as pessoas dividiam… Continue reading Sonho: aeroporto e cidade

Crônicas

Sonho: fazendo as pazes

Eu havia sonhado e, então, o sonho acabou e eu acordei. Acordei no horário de sempre, 5h29, mesmo com o despertador ligado. Pensei que perderia o sono e desperdiçaria as duas horas a mais que eu tinha nesse dia para dormir. Mas, adormeci e sonhei novamente. Quando despertei, poucas lembranças do sonho permaneciam retidas na… Continue reading Sonho: fazendo as pazes

Crônicas

Sonho: Escada do Tempo

No sonho de hoje experimentei uma sensação muito gostosa de completude, pois cada detalhe do sonho era muito claro e o sonho foi bastante ávido. Eu era um homem jovem com uniforme de uma empresa de serviços, pelo que lembro; calça, blusa de manga comprida, na cor cinza ou azul. Entrei no prédio em que… Continue reading Sonho: Escada do Tempo

Crônicas

Hereges

I Chamam-me de louco. Dizem que eu escuto vozes inexistentes. Acusam-me de depravado, pária da sociedade, corruptor de menores e bruxo. Às vezes, caçam-me condenando-me por... necromancia! Contudo, reconheço entre eles alguns rostos familiares; já vieram à mim em busca de socorro, de auxílio, de conforto. Mesmo que aos olhos dos outros queiram parecer exemplares,… Continue reading Hereges

Crônicas

Sonho sequestrado (hijacked dream)

Nessa noite, tive o seguinte sonho: eu estava na casa de minha mãe, aonde cresci. De alguma forma, o quintal parecia ser uma pequena vila, pobre e humilde, com casas empilhadas de cor de areia. Após caminhar pela vila, entrei na casa de minha mãe. Estavam lá ela, minhas duas irmãs e minha noiva (apesar… Continue reading Sonho sequestrado (hijacked dream)

Crônicas

Sonho (dream)

Eu me lembro de alguns trechos do sonho, que me parecem seu começo e final. O tema era sobre um ser vivo desconhecido de todos; no sonho, ele era uma espécie de extraterrestre. Se a memória não e o ego não me enganam, ele era de estatura baixa, menor que uma criança de seis anos… Continue reading Sonho (dream)